São Paulo 457 e a Biblioteca Mário de Andrade.

26 01 2011

Depois de um mês inteiro de férias, cá estou eu novamente para São Paulo. E hoje, como foi o aniversário da cidade, aconteceram diversos eventos por aqui. O que fiz, na verdade, foi um roteiro de turista-padrão. Como precisava pagar uma conta (!), decidi sair e andar por aí, encontrando as atrações meio que sem querer.

Passei pela praça da República, onde a Maria Gadú passava o som com a música “Sampa” (mas é claro); pelo Vale do Anhangabaú, com mais shows, bailes, escalada e tirolesa; pelo Centro Cultural Banco do Brasil, com a ótima exposição sobre o Islã – arte e civilização; fui até o Pateo do Collegio; a Praça da Sé; e terminei na reabertura da Biblioteca Mário de Andrade.

Leia o resto deste post »





Madrid.

12 05 2010

Apesar de seus pouco mais de 3 milhões de habitantes, a capital espanhola lembra um pouco São Paulo, no sentido de cidade grande forrada de pessoas de vários lugares. Aqui se ouve inúmeros idiomas diferentes em cada esquina e a impressão que dá é que todo mundo teve a mesma ideia que você e foi passar o final de semana em Madrid.

Chegamos ao hostel Las Musas logo depois da hora do almoço e, particularmente, gostei bastante do lugar. Está em um edificio antigo de três andares logo ao lado do metrô Tirso de Molina; há um espaço para o café da manhã, uma cozinha à disposição, sala com TV, sofás e computadores. A diária nos saiu por 19 euros por pessoa, sendo quarto com banheiro e café da manhã inclusos. Esse é o preço que você vai encontrar por aqui e está bem bacana, levando em conta a localização e a média dos hostels e albergues das outras cidades.

Leia o resto deste post »





Compras, classes e caminhadas.

7 04 2010

Ontem foi um dia muito feliz, porque depois que nao consegui comprar meu netbook, descobri um super centro de compras e pude encontrar a minha mochila de viagem. Foi a melhor coisa que fiz, pois pelos preços que estavam no Brasil, aqui consigo comprar duas mochilas. Compensou e agora já tenho como fazer minhas pequenas viagens por aqui!

Me empolguei tanto com essa história das viagens que comecei a planejar minhas próximas semanas para onde quero conhecer as cidades que estao mais longe. A principio, para as cidades espanholas proximas vou conseguir ir aos finais de semana, por isso tenho que combinar com o pessoal. Entretanto, para Madri, Barcelona e Toledo tenho que já reservar os albergues. Pretendo fazer isso essa semana! Em maio tem um feriado na sexta, por isso quero ir para Madri para a Fiesta de San Isidro, quando há diversas comemoraçoes e eventos tipicos, como as touradas. E para Barcelona, vou aproveitar um feriado maior no meio de junho para poder ficar mais dias.

Eu e a Universidade ao fundo

Bom, falando um pouco das aulas. Hoje foi um dia muito engraçado, pois ficamos conversando uns com os outros para saber mais de cada pessoa. Falei bastante com os chineses que sao òtimos! Muito engraçados e estao sempre querendo saber mais um pouco da nossa cultura. Quando falei meu nome completo, ficaram abismados com tantos sobrenomes, mas disse que nao era algo tao comum no Brasil (sou, praticamente, uma anormal). E todos os chineses adaptam seus nomes para o espanhol, ou pelo menos, para o lado ocidental. Entao, temos Susana, Amber, Ana…e por ai vai.

Essa é a parte mais bacana de tudo isso, conversar com gente de hábitos e costumes completamente opostos do seu. Afinal, onde conseguiria conversar com chineses?

E para falar um pouco da cidade, aqui há uma preocupaçao enorme com o acesso a deficientes e idosos, as calçadas sao baixas e bem alinhadas, há rampas em quase todos os lugares. Assim é tambem a preocupaçao com o lixo, em especial, o lixo eletronico. Em quase todas as lojas que fui, vi depositos de baterias, pilhas, celulares e etc. Com mensagens do tipo “Nao sou um bobo, eu reciclo”.

No trânsito há também espaço para todos, tem a sinalizaçao para carros, pedestres e bicicletas. E existem as ruas em que o pedestre tem a preferencia, entao, se queremos atravessar em qualquer ponto, vamos atravessar e os carros param. Acho que vou ficar mal acostumada quando voltar a Sao Paulo.

Falando mais um pouco de bicicletas, aqui em Logroño existe uma especie de bikes publicas – algo que lembra o serviço disponibilizado pelo metrô de Sao Paulo. Ha 7 pontos de bicicletas na cidade (Logroño é uma cidade de 152 mil habitantes) e se voce quiser, pode pegar um cartao na secretaria de turismo e utilizar as bicicletas das 9h30 as 18h (depois de abril, com os dias demorando mais para escurecer, até as 21h). Depois as devolve em qualquer um desses pontos. Achei isso incrivel! Vou pega-las aos finais de semana, porque como agora ainda esta um pouco frio, ha pouca procura e podemos ficar com elas todo o final de semana.

Ah, e o frio! Hoje foi o pior dia pois, apesar de no primeiro ter feito 4 graus pela manha, hoje estava garoando um pouco e com muito vento (cerca de 10 graus). Eu, que acreditava que a primavera ja estaria a todo vapor, com tempos amenos….tenho que rever meus conceitos… Só trouxe um casaco (ele esta em quase todas as fotos, ok?), pois nao queria ter que carregar muito peso depois. Hoje, tenho que me arrumar outro. Com certeza.

Acho que já escrevi demais por hoje. Volto em breve. Ah! E sábado tem real Madri X Barcelona. Vamos todos a algum bar para ver pela TV e perceber quao descontrolados sao os espanhois pelo futebol.

¡Hasta!





Os primeiros dias em Logroño.

6 04 2010

Olá,olá!

Consegui um tempinho para escrever um pouco como está sendo a viagem aquí na Espanha. Já peço desculpas se escrever algo errado, porque como o teclado aquí é diferente e eu quero digitar rápido…algumas coisas podem passar.

Cheguei no aeroporto de Madri (Barajas) no domingo e ele é enorme…gigante mesmo. Cheguei no Terminal 1 e para ir ao Terminal 4 e pegar o pròximo voo para Pamplona tive que tomar um onibus gratuito que tem por lá. No aeroporto de Pamplona fui até a rodoviária da cidade para, finalmente, pegar o onibus para Logroño, cidade que vou ficar nos pròximos meses. Todo esses trajetos me tomaram mais de 20 horas…e como nao consegui dormir no voo de Guarulhos para Madri (10 horas) estava um pouco cansada quando cheguei até o alojamento. Para falar a verdade, ainda estou meio lesada da mudança de fusos…comer e dormir sao coisas que nao tenho feito com perfeiçao até o momento, mas uma semana e já entro no ritmo!

Por falar em ritmo, as aulas na Universidade de La Rioja começaram hoje. Ontem, houve uma prova escrita e outra oral para eles saberem em que estagio estamos. Sao 4 turmas: básico 1. intermediario 1, intermediario 2 e avançançado. Fiquei na turma do intermediario 2 e somos por volta de 15 pessoas, entre chineses (a maioria!), australianos, japoneses, franceses, neozelandezes e americanos. Se juntar todas as turmas, acredito que haja umas 50 pessoas.

Todos parecem ser bem bacanas e tem uma grande parte do grupo total que já estava em Logroño há mais meses, por isso se conhecem e sabem mais das coisas – lugares para sair, cidades para conhecer, transporte etc. Isso é muito bom para a gente que chegou agora. Há bastante brasileiros também, por volta de sete, acho. Estou no alojamento com mais duas brasileiras e uma mexicana, que faz outro curso (engenharia) e nao esta nesse grupo. Nosso alojamento tem freiras como diretoras e temos todas as refeiçoes, o que é uma coisa muito boa, porque nao gastamos com isso, mas tem a parte chata tambèm, porque tem horaraio de funcionamento e temos que voltar ateh as 23h. Mas sempre ha exceçoes para festas e finais de semana, entao estah tranquilo, pois elas podem nos deixar a chave. Tambem penso em aproveitar os finais de semana para viajar para outras cidades da Espanha, entao sem problemas tambem….

Ontem fizemos um passeio pelo “casco antiguo” que eh como o centro velho de Logroño. Muito antigamente a cidade era cercada por muros para se proteger de invasores e esses muros estavam delimitando o que hoje é chamado de casco antiguo. Com o tempo, a cidade se expandiu e perdeu-se os muros. De qualquer forma, o casco antiguo tem construçoes MUITO lindas e igrejas centenàrias….ruas muito estreitas que hoje comportam dezenas de bares e lojas pequenas. Os bares sao a melhor parte, é claro! Cada um tem um tipo especial de “pinchos”, que é uma forma de aperitivo servido no palito. Acompanha uma pequena taça de vinho.

Assim, o costume è comer um pincho em um bar (com o sabor que é sua especialidade) e partir para o próximo para experimentor outro. Fascinante, nao? Ainda nao consegui fazer essa saga, mas em breve contarei com mais detalhes e fotos!

Ah, sim, falando em fotos…como ainda nao consegui comprar meu netbook, nao tenho onde descarregar e postar na internet, pois nao eh possivel usar esse computador do alojamento para isso, enfim….jah tirei muitas e muitas fotos, porque aqui tudo eh tao lindo e arrumado que eh impossivel sair sem a minha camera.

Enfim, em breve escreverei mais….pois agora estah no horario da siesta (falo disso mais tarde), que eh um horario em que tudo fecha (mais ou menos das 2h da tarde ateh as 4h30 da tarde) e daqui a pouco, quando as lojas abrirem de novo, vou com as meninas aqui do alojamento num centro comercial para tentar encontrar a minha mochila de viagem…espero que encontre…

Desculpem se escrevi meio tontamente..hehe Vou melhorando aos poucos…

Até uma próxima!!