2011 é ano ímpar.

29 12 2010

Nas minhas lembranças mais recentes, os anos pares sempre ganharam. E esse de 2010 foi bem especial por uma série de pessoas, situações e lugares novos.

2011 tem muito que correr atrás se quiser superar o antecessor. E assim eu espero que ele faça.

Tô me mandando amanhã e só volto ano que vem.

Tchau, tchau, sinos do mau-humor!

Juízo, crianças.

 

Fica a canção da banda descoberta ontem:

Anúncios




Sir Paul no Brasil. Eu vi!

3 12 2010

A gastrite da semana inteira, acompanhada de uma inesperada e repentina gripe, parecia que iria estragar com um dos shows que mais esperei nos últimos anos. Não foi bem assim, mas emoções não faltaram. Fui na segunda-feira, já que tinha perdido a venda relâmpago para o domingo, dia 21 de novembro.

Comprei junto com dois amigos que moram em Campinas e, no dia, como eu estava com os ingressos, esperei por eles na entrada do estádio. Minha família também foi, mas eles entraram antes, já reservando um bom lugar na pista. Com a chuva que caía, o trânsito não estava dos melhores, então, fiquei aguardando algumas boas horas. Tempo para bater papo com o policial, esclarecer dúvidas dos fãs que passavam perto de mim e que sei-lá-porque-motivo me achavam com cara de informação: “Não, com guarda-chuva não pode entrar”, “Essa é a entrada da pista; para a arquibancada, você vai ter que voltar”, “Essa camiseta dos Beatles não está à venda aqui, trouxe de casa”, “Não tô comprando ingressos, obrigada”.

No meio dessa confusão, em algum momento, achei um lugar para sentar ao lado de um rapaz que estava com a pior cara do mundo. Só entendi o motivo depois que alguns policiais vieram perguntar para ele o que havia acontecido.

Continue lendo »