Adeus, Belas Artes.

6 01 2011

O cinema fecha para dar lugar a uma loja. Achava que essas coisas só aconteciam em cidades do interior, como a minha. O Belas Artes, logo ali, na esquina da Consolação com a Paulista, foi um dos primeiros cinemas que passei a freqüentar quando fui morar em São Paulo, em 2006. Perto do apartamento e perto da faculdade, eu achava o máximo ter um espaço daquele assim, todo disponível – ainda mais com os preços especiais de segunda-feira.

Eu, Simone e Sarah no Belas Artes em 2007.

Não consigo me lembrar o primeiro filme que assisti com eles, mas como guardo todas as entradas, devo ter ela arquivada em casa. De qualquer maneira, foi ali que vi pela primeira vez Pequena Miss Sunshine (a primeira das 14 ou 15 vezes, diga-se de passagem), e recomendei ferozmente para diversos amigos – e desconhecidos. Os últimos que vi foram O Pequeno Nicolas (também recomendo!) e o documentário Senna, como já escrevi aqui.

Cinema de rua é muito melhor que cinema de shopping. Primeiro pela arquitetura que é infinitamente mais bonita e harmoniosa, e depois pelo gostinho de sair da sala e logo dar de cara com a cidade – e não com um Mc Donald’s. Você pode sair da sessão e ainda ficar com o filme na cabeça, enquanto caminha para casa (no meu caso), ou vai pegar o carro ou o ônibus. No ambiente shopping, sua atenção é ocupada por diferentes vitrines, praças de alimentação, quiosques etc.

Enfim, o Cine Belas Artes funcionará até o dia 27 de janeiro, e entre esses dias exibirá duas retrospectivas especiais, com filmes clássicos e filmes importantes que passaram pelas salas do cinema. No dia 14 de janeiro acontecerá o último Noitão. Vale à pena prestigiar.

Para encerrar, fica o trailer do filme que, coincidentemente, assisti hoje. É uma bonita homenagem ao amor que alguns ainda têm pela sétima arte.

Com uma lindíssima trilha sonora, Cinema Paradiso (Itália, 1988) foi dirigido por Giuseppe Tornatore e, entre outras importantes premiações, ganhou o Oscar de Melhor Filme Estrangeiro em 1990.

(*Procurei no youtube o trailer, e acabei descobrindo que existe uma versão estendida do filme!)

Anúncios

Ações

Information

4 responses

7 01 2011
7 01 2011
Sarah Germano

Fui lá um dia antes de anunciarem o fechamento, quando os funcionários receberam o aviso prévio. Me assustei com a cara que estavam as meninas da bilheteria, mas nem comentei nada. Acho uma pena, aquele cinema era como se fosse da família, tenho dezenas de boas lembranças naquele lugar. Gostaria de poder fazer algo a respeito para poder mudar a situação, mas agora só me resta boicotar o novo empreendimento que ocupará o espaço do cinema. Belas Artes nem sempre são lucrativas. Abraços e saudades.

11 01 2011
yohanandrade

Foi lá que passe minha primeira Virada Cultura, no Noitão com filmes relacionados a Gastronomia. Também vi o digníssimo ministro Guido Mantega, todo engomadinho, mas na fila, como eu.
Vou sentir falta. 😦

19 01 2011
Camila Pastorelli

Ainda há esperança! http://g1.globo.com/pop-arte/noticia/2011/01/processo-de-tombamento-do-cine-belas-artes-e-aberto.html

E Cinema Paradiso está em cartaz, entre os filmes clássicos da mostra do Belas Artes! =)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: