Pic nic no parque.

14 04 2010

Nada como um domingo ensolarado para fazer uma comilança coletiva no parque La Grajera, em Logroño. A ideia foi de uma das mais animadas professoras da Universidade, a Inês, que convidou todos os alunos extrangeiros mais alguns conhecidos dela para irmos caminhando ao tal La Grajera. Eis que quando dei uma olhada no mapa…o parque era um tanto longe, mas tudo bem, somos jovens, com cartilagens nos joelhos e tudo mais. Sem problemas! Saìmos às 11h30 da praça do Espolón, no centro, nosso ponto de encontro com os outros estudantes. Eu estava mais feliz que pinto no lixo com a minha mochila nova. Sério, acho que é o meu passado de escoteira frustrada que faz essas coisas comigo, mas as pessoas perguntavam se nao tava pesada ou se eu nao queria que um dos meninos levassem….eu dizia que não, tava super bem! Com várias comidinhas dentro dela, mais a minha camera e algum dinheiro.

Caminhamos por duas horas, entre cidade e caminhos mais estreitos (alguns deles coincidiam com o trajeto do Caminho de Santiago, que passa por Logroño! Fantástico!). E esse vídeo foi feito quando estávamos quase chegando…já um pouco cansadas, com fome e todo o resto. O melhor é o nosso amigo Taku falando em português (“Ôo, lá em casa”). Ele é do Japão e está fazendo algumas aulas de portugues, porque quer aprender a língua e visitar o Brasil um dia…uma simpatia só!

Ao chegar, o pic nic consistia com uma “chuletada”, que sao chuletas de cordeiro assadas na brasa de gravetos. O mais próximo de um churrasco que eu vou chegar nos proximos meses. Foi ótimo, os espanhois que foram conosco eram bem engraçados e espalhafatodos, bem ao estilo brasileiro de festas e reuniões entre amigos. Com muita carne, cerveja e vinho passamos todo o dia no La Grajera, que é incrivelmente bonito, me lembrou um pouco o Horto Florestal em Campos do Jordão, mas tambem tem um grande lago, alguns restaurantes e uma pista de golf. Enfim, é uma super diversao para quem mora por ali. Voce leva a sua comida, estende sua toalha na grama ou nas mesas que existem por lá e pode ficar cantando, dormindo, jogando ou caminhando. Fizemos um pouco de tudo.

Encontramos um tiozão com um super rádio de fita K7. Isso mesmo: fita K7. E estava lá tocando clássicos da música espanhola, com sua garrafa de vodka com caramelo (algo a se provar mais vezes) e sua família. Ficamos um tempo com ele, dançando e cantando. Rolou até um “Macarena”. Muito bom. Depois encontramos uma criança descontrolada que quase nos matou de tanto rir e de tanto correr, pois ela estava super querendo jogar bola e mandar nas pessoas e nós, como bons estrangeiros, entramos na dela. Uma cómedia aquela menina. Tinha um ótimo senso de organizaçao, nos dividiu em grupos e tudo mais. Por fim, quando suas irmãs a chamaram para tomar um sorvete, ela nos disse “Vocês têm um tempo livre agora, podem descansar, depois a gente vai se divertir mais”. Claro que depois disso, fugimos todos para bem longe.

Antes desse dia, teve o sabado (dã!) e o tal Barcelona X Real Madri. Fomos para um bar perto da Universidade para poder assistir a partida. Confesso que esperava mais empolgaçao, falaram tanto desse jogo, mas nao foi tudo isso. Me lembrei daquele episòdio de “Friends” que o Chandler e a Phoebe não querem ajudar a Monica a fazer o jantar de Ação de Graça, então fingem que estão super prestando atenção no jogo de futebol americano. Assim, uma vez ou outra, dão uns berros ou comemoram algum lance para ela pensar que eles sabem do que se trata aquela homarada correndo. Fiz isso em vários momentos. Haha Mas o resultado foi 2 a 0 para o Barcelona. Enfim, a vida continua.

Depois fomos para um dos “bares” do centro da cidade. É engraçado, porque o que eles chamam de bar, para nós é o equivalente a “balada”. É um lugar um tanto pequeno, com uma pista de dança e um balcao que vende bebidas. Fomos a dois desses lugares, pois nao paga para entrar e é o que todo mundo faz até umas 3 da manhã, quando finalmente abrem as “discos”, que dai sim são lugares para dançar de verdade (vai entender…). De qualquer forma, nao duramos até as 3h da manhã, fomos embora um pouco antes, pois ainda teria o pic nic no domingo e ninguem ia acordar. Quem sabe no proximo final de semana… O mais curioso é como todas as pessoas entram encapotadas de roupas de frio, cachecol e tudo mais, depois as tiram quando entram nesses bares, as colocam num gancho perto da entrada e só voltam a pega-las ao sair. Ai, esses europeus, muito civilizados.

Ah, mudando de assunto! Existe um lugar aqui chamado “Gota de Leche” que é um centro cultural para jovens e lá eles tem diversos cursos, espaço para exposiçoes, internet e essas coisas todas. Em maio vai ter um curso de 4 dias de retrato fotográfico! Tô super empolgada! Me inscrevi também em umas noites de praticas de línguas. Funciona assim, eu, por exemplo que falo portugues e quero praticar espanhol e ingles vou conversar com pessoas espanholas ou inglesas que querem aprender portugues. Aì, ficamos metade do tempo falando em uma lingua e metade do tempo em outra. Isso seria no mundo perfeito, né? Mas na real, é uma sala com várias pessoas de paises diferentes que querem praticar espanhol ou ingles…hehe Mas foi interessante, só fui uma vez. No dia, tinha duas brasileiras (eu, inclusive), uma mexicana, tres espanhois, um ingles e um alemão. Uma bagunça só, claro.

Ah, e vou fazer um pedaço do Caminho de Santiago. Digo, um pedacinho. Bem pequeno mesmo. Esse ano é um ano especial para os peregrinos, è um ano jacobeo, mas ainda nao descobri porque. Vou ter aulas sobre a história do Caminho e assim que souber, conto aquí. De qualquer maneira, há muitas comemoraçoes e eventos especiais, por isso vou com um grupo caminhar 22 km, da cidade de San Martín até Logroño. É pouco, mas acredito que será bem bacana. Estou empolgada!

Enfim,…acho que por hoje é só!

¡Hasta!

Anúncios

Ações

Information

4 responses

14 04 2010
Simone Coelho

Ah, Camila, que diversão!!!Quanto coisa legal!!
Pic nic diferente (ao som de macarena, quem diria!rs…)
Real x Barcelona (com o tempo vc acostruma, mesmo que não seja TÃO empolgante. Ah, comeu os PINCHOS?rs…).
Os bares (fiquei boba com o cabide que vc disse. Mt bacana. pena que só funciona na Europa…)
Um curso de fotografia!! Vc deve estar radiante!! Mt legal!!
E ainda fazer um trecho do Caminho de Santiago…bem bacana!!

Estou esperando mais notícias!!

bjs

15 04 2010
Pedro

Hehehe, mto comédia esse japa! Sorte dele que vcs são boazinhas e não ensinaram ele a falar nd comprometedor!

Sobre os europeus civilizados.. não vai mto nessa não hein! Roubaram a jaqueta do meu amigo nesses cabides.. e parece que nao é mto incomum =/

Posta uma foto da sua mochila!! Vc levou 60l de comidinhas e dinheiro?! heuhaeauha, tbm quero!

beeeijo!

19 04 2010
Fernanda Pierina

Camilaaaa!!!
Que máximo as suas experiências por aí!!!
Pude perceber que vc está aproveitando e curtindo bastante, né? Assim que tem que ser!!
Continue nos mantendo atualizados, ok?
Beijos

20 04 2010
Rodrigo Urias

O que mais me impressiona é que parece que você conseguiu os meses mais legais de todo no ano na Europa. Sério, o que tem de enventos e coisas bacanas de graça (e não de graça). Mas aí eu paro, penso, e chego a conclusão de que deve ser assim o ano todo. Primeiro mundo…

PS.: Eu já fui escoteiro! HÁ!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: