Coisa de criança: A minha calça rasgada

15 12 2008

eu-e-jubas1

A história é a seguinte, você conta um causo da sua infância perdida e convida mais dois blogueiros para fazer o mesmo. Quem me fez o convite foi o Felipe, e agora eu passo a bola para a Karla e para o Corona.

Ok, começamos com a pequena Camila e seus 8, 9 anos na nostágilca escolinha Pequeno Construtor, em Pindamonhangaba. Era um recreio como todos os outros, estava eu lá linda, sorridente e formosa brincando no parquinho – diga-se de passagem com uma super variedade de divertimentos, com balancinho, gira-gira, escorregador, gangorra e o bom e velho terrão com pedrinhas. Escolhi ir até o gira-gira, ver como andava aquele brinquedo tão bacana. Eis que quem estava a girar o tal do gira-gira era o meu querido colega Etevaldo Rodrigues (eu me lembro do nome do colega, mas ele foi modificado para preservar a identidade do mesmo), o detalhe era que ele dominava o brinquedo, mas não havia ninguém sentado nele. Ele apenas rodava e rodava o gira-gira vazio.

Ok, a pequena Camila decide que vai subir no dito cujo em movimento, mesmo assim. Lembrando que era um dia frio e eu estava com o meu uniforme azul claro de segunda mão (irmã caçula tem dessas) e que ele não era o top de resistência dos uniformes. Então, foi assim, eu criei coragem, tomei impulso e pulei no gira-gira, mas não contava com o pequeno prego sobressalente que se encontrava bem rente ao assento. O pequeno prego foi o responsável por fazer um belo rasgão na minha nádega esquerda – naquele tempo, chamada, carinhosamente de “poupança”.

Fiquei sem reação! “Ai, Meu Deus! E agora, eu aqui no meio do parquinho, recebendo o maior ventinho na minha poupança! O que faço?” Fui até a tia Elaine, minha professora e contei o meu draminha, com a mão firme no rasgo, para ninguém ver mais do que o necessário. Ela com um sorriso compreensivo, pegou um rolo de fita crepe e foi comigo até o banheiro. É isso mesmo que você está pensando: Ela pegou a calça do avesso e colou com a fita – quer remendo mais imediato? Fiquei toda feliz, porque não teria que voltar do recreio para a sala de aula com essa nova moda, meio rebelde, meio funkeira – acho que não seria bem aceita, de qualquer maneira, pela turminha da quarta série.

Enfim, a lembrança mais forte que tenho desse dia é a sensação incômoda da fita crepe na minha “poupança”, e eu tentando disfarçar, discretamente, para descolá-la um pouco de mim. Só queria ir para casa e tirar logo o meu uniforme-azul-claro-remendado-de-fita-crepe. Mas só pra deixar registrado…Tia Elaine: Valeu!

ca-e-ju-com-papai-noel

eu-e-mae

Anúncios

Ações

Information

6 responses

15 12 2008
Felipe

Ahhhhh! Que dó, meu Deus! hahahaha!

Acho que a maior parte das histórias que rolam nessa corrente aconteceram na escola – os maiores micos que já pagamos, certamente têm alguma relação direta com nosso único meio social… pobres crianças!

Adorei a história e obrigado por aceitar o convite!

Um beijo, Camila!

18 12 2008
Simone

Ah…a vergonha é mesmo algo inerente ao ser humano. Acho que é quase um instinto…algo maior do que queriamos ter. Que bonitinhaa sua história e que sorte de ter uma professora tão compreensiva.
UUUUUUUUUFFFFFFFFFFAAAAAAAAA!!! rs…

18 12 2008
Paula

Ai, Deus imagina o ser que não gosta do pinguinho de chuva, tomando um ventinhona carinhosa poupança? O melhor de tudo é que vc é uma criança atenta e não se expôs ao ridiculo. Ótimo texto, divertidissimo.
Beijos

19 12 2008
yohanandrade

Muito bom!!!! rsrsrsrsrsr!!! Quem nunca pagou um mico na escola? E, ao mesmo tempo, quem não tem tem saudades dessa época…

20 12 2008
Felipe

Camila, fiz um convite pra você no meu blog. É outro meme. Espero que aceite. Um beijo.

16 01 2009
Laís

Grande tia Elaine!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: